Dos nomes das coisas de baixo.

20 05 2008

Quando somos crianças a gente aprende a dar nomes aos nossos orgãos sexuais. 90% das pesquisas dizem que as meninas dão o nome primeiro e que também aprendem que o orgão delas não deve ser tocado ou mostrado pra ninguém. Enquanto nós homens, aprendemos totalmente o oposto.

Desde pequenos aprendemos que nossos orgãos tem que ser os maiores e que tem sempre parecer que sabemos usá-los, por isso, somos encorajados desde crianças a brincarmos com eles e tentarmos descobrir o que eles são capazes de fazer, mas nem sempre conseguimos o resultado esperado pelos nossos pais ansiosos por um resultado promissor. Mas será que quando crescemos mantemos os nomes do passado ou os deixamos esquecidos numa parte quase traumática da memória?

Sou de uma família de 2 irmãos e uma irmã. Sempre fomos encorajados desde criança a nos conhecermos fisicamente, mas ainda bem que tenho pais sensatos que nunca me encorajaram a colocar certos nomes no meu…(rubor facial nesse momento). Agumas pessoas conservam esses nomes até a idade adulta, onde pode ocorrer certos constragimentos por causa disso.

Por exemplo, você sai com um cara lindo, ele te leva pra jantar e você sabe que isso vai levar vocês a um relacionamento mais íntimo, mesmo que por uma noite. Vocês vão pra casa dele, conversam sobre o jantar que estava ótimo, tomam mais algumas taças de vinho, conversa vai, conversa vem, vocês se beijam e partem pros finalmentes, e é aí que a coisa pega, por que ele olha pra você e diz olhando pra baixo:

– Vou te apresentar o meu BROTHER.

O que você faz se subitamente tem um ataque de riso? Nada, continue como está. Agora, lembre-se somente de não encontrar com ele depois, porque se começou com esse nome imagine os outros. Mas claro que se ele realmente valer a pena, faça um esforço, não muito grande.

As mulheres é que sempre encontram uma variedade de nomes para o seu orgão. Principalmente quando não foram elas mesmas que o nomearam. O que acho mais esdruxúlo é popoca. Na maioria das vezes quem cria os nomes pra elas são os homens na sua infinita falta de criatividade. Por exemplo, capô de fusca. O que é isso? Desde quando a vagina tem essa aparência tão automitiva?

Agora, venhamos e convenhamos, os nomes verdadeiros não dão nenhum tipo de tesão. Quer ver. Imagina o cara chegar pra ti e dizer, ‘pega no meu pênis‘, ou a mulher virar pro homem e dizer, ‘vai coloca seu pênis na minha vagina’, o que é isso? Sexo, ou aula de biologia?

Tudo bem que coloquemos nomes nos nossos supostos amiguinhos, mas ponderemos na hora de contar pro mundo, digo nossos atuais companheiros. Por que como o periquito da foto, existem coisas que não são para serem mostradas, muito menos contada aos quatro ventos.

Anúncios

Ações

Information

2 responses

20 05 2008
Camila

AHUAHUAHUAHUAHUAHUUAHHUAHUAHUAHAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUHUAAHUHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUA!!!
AMEEEII!!!!
doido, nada barra os outros nomes pra vagina…
popoca é fichinha perto dos outros…
porra…”xoxota?!” que merda de nome é esse?!
O pior ainda é que pega…aí toda vez que alguém vê um “xoxo” em gossip girl, por exemplo, que em inglês é barulho de beijo, SEMPRE vem um idiota completar com o “…ta”.
Te contar hein…

26 05 2008
Wendell

menino
que popoca é essa?
se come com manteiga e sal?
kkkk
bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: