Descoberta do Século

1 03 2007

Descobri a melhor pessoa para o sexo. Por favor não achem estranho nem coisa de louco, o que por sinal é estranho, mas vamos lá. Numa noite de sexta-feira não tem muita coisa a se fazer, especialmente se você trabalha no sábado pela manhã e à tarde, certo? Errado. Sair pra conversar com uma amiga e depois voltar pra casa meio que quase, inóspitamente, é bem alegre e no fundo, no fundo, diferente.
Após conversas intermináveis com minha amiga, solteira e desempedida, assim como eu, e declarmos várias coisas sobre nossos casos passados, chegamos a seguinte conclusão. A melhor pessoa para se fazer sexo, sou eu mesmo. Sei que parece loucura, mas pensem comigo, eu ME ligo no dia seguinte, eu ME mando mensagens , EU lembro do que aconteceu, EU me dou presentes e eu ME elogio. Por mais que digamos não esperarmos isso dos homens maravilhosos com quem fazemos essas coisas, nós sim queremos que eles liguem, mas eles não sabem disso.
Agora deixem-me explicar como se passa essa estranha descoberta. No início você acho meio estranho fazer esse tipo de coisa e ainda tenta parar no mei o do caminho, mas aí você pensa, eu gostaria de ME deixar aceso e ME largar no meio do caminho? Como você se ama, responde que não e continua sua mais nova aventura em você mesmo. Quando você percebe, não está mais nem aí para o que acontece a sua volta, você e sua cama são como um só. O melhor de tudo é que você sabe onde ir e até por que ir.
Claro que você pode ensinar isso à outra pessoa, mas pra ensinar é preciso que você tenha completo conhecimento desse mundo chamado, você e depois quem sabe você possa ensinar alguém esses seus mais porfundos segredos.
Você se conhece certo, se conquista e se dá prazer como ninguém nunca te deu antes, dorme muito bem e depois faz tudo que espera que esses homens sem noção façam e não fazem. Faz sexo com você mesmo em vários lugares, em vários momentos e não escuta as frases mais borchantes do mundo, como: “estou com dor de cabeça”, ou “estou muito cansado”, ah vai pra puta que pariu(desculpem minha insolidez nesse quesito…), mas se você namora alguém e quer fazer isso não pode ser uma via de mão dupla, precisa também cooperar….
Quero mostrar a vocês que, sim, fazer sexo com você mesmo é muito bom e que todos podem fazer, por que lembrem-se você SE liga, SE manda flores e SE ama não importa o que aconteça.

Anúncios

Ações

Information

One response

2 03 2007
tereza

ok, ok, self-sex é bão pacarai.

mas ainda acho a troca mais válida… e insubstituível…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: